fbpx

Uma história das mulheres

historia das mulheres Manamiga Escola, Comunidade, Cultura
Inscreve-te ou aparece por lá:

manamiga.portugal@gmail.com INSCRIÇÕES ENCERRADAS

Local:

online via zoom

Data:

JUNHO 15, 22, 29 + JULHO 7 de 2023

Horário:

das 19h às 21h

Contribuição para escola:

valor integral: 53 euros

valor com bolsa: 26 euros

Inscrições encerradas!!

Uma história das mulheres

Captura de ecra 2024 06 20 as 18.13.09 Manamiga Escola, Comunidade, Cultura

Sobre o conteúdo

O curso Uma História das Mulheres tem como objetivo refletir sobre a história das
mulheres na cultura ocidental identificando pontos chaves na construção das
desigualdades de gênero vividas na contemporaneidade. Pretende-se perceber as
circunstâncias históricas que contribuíram para a instituição de uma matriz binária de
categorização das pessoas que naturaliza a subjugação de mulheres. Serão
abordados os recursos discursivos e práticos que fundamentaram e fundamentam as
assimetrias de poder baseada nas diferenças sociais de gênero. Também serão
estudadas as distintas abordagens que tratam da história das mulheres visando
apresentar as múltiplas possibilidades de interpretação, além das perspectivas de
mudanças presentes e futuras.


O curso está estruturado em torno de 4 textos principais (Gerda Lerner, Silvia Federici,
Oyeronke Oyewumi e entrevista com Julieta Paredes), além de dialogar com escritos
de Sueli Carneiro, Chimamanda Ngozi Adichie, Lélia Gonzalez, Angela Davis, Heloísa
Buarque de Holanda, entre outras.


Aula 1 – Mulheres e patriarcado.
Bibliografia principal: LERNER, Gerda. A criação do patriarcado: história da opressão
das mulheres pelos homens. São Paulo: Cultrix, 2019. (Original 1986).


Aula 2 – Mulheres e capitalismo.
Bibliografia principal: FEDERICI, Silvia. Calibã e a bruxa: mulheres, corpo e
acumulação primitiva. São Paulo: Elefante, 2017. (Original 2004).


Aula 3 – Mulheres e colonialismo.
Bibliografia principal: OYEWUMI, Oyeronke. A invenção das mulheres: construindo um
sentido africano para os discursos ocidentais de gênero. Rio de Janeiro: Bazar do
Tempo, 2021. (Original 1997).


Aula 4 – Mulheres e contemporaneidade.
Bibliografia principal: Julieta Paredes: mulheres indígenas, descolonização
do feminismo e políticas do nomear (entrevista). Epistemologias do Sul, v. 3, n. 2, p.
22-42, 2019.

Temas tratados no curso: Patriarcado; História das mulheres; Capitalismo; Ecofeminismo; Feminismo comunitário; Literatura feminista; Colonialismo; Politização da sexualidade; Direitos reprodutivos; Caça às bruxas; Mercantilização das Mulheres; Divisão Sexual do
Trabalho; Políticas Sexuais; Estruturas de Gênero; Generificação da Linguagem;
Colonização e disciplinamento de corpos.

Professora: Alexia Shellard

ativistas feminista

Alexia Shellard é mestre em geografia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro
e doutora em história ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atuou
como professora em escolas e cursos de extensão no Rio de Janeiro, além de ter
integrado projetos de educação popular. Colaboradora da plataforma feminista
Environmental History Now, tem pesquisado o entrecruzamento entre transformações
ambientais, colonialismo, feminismo e migrações, trabalhando juntamente a pessoas
migrantes, sobretudo mulheres, na luta por direitos e por regularização.

Scroll to Top